Economia Geral Geral Política Saúde

CPI COVID BRASIL

CPI da Covid aprova quebra de sigilo telefônico de ex-ministros

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, no dia 10 de junho, aprovou a quebra do sigilo telefônico e temático dos ex-ministros da Saúde, Eduardo Pazuello, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.
Ainda entrou na decisão o empresário Carlos Wizard, que tem sido apontado como um tipo de “conselheiro” do Ministério da Saúde, defendendo o chamado “tratamento precoce” e o “não isolamento”.

Também estão na lista desta quinta-feira: Paolo Zanotto (virologista), Filipe Martins (assessor internacional da Presidência da República), Elcio Franco (ex-secretário Executivo do Ministério da Saúde), Marcellus Campelo (ex-secretário de Saúde do Amazonas), Hélio Angotti Neto (secretário da Ciência, ,Tecnologia, Inovação e Insumos), Tulio Silveira (empresa Precisa Medicamentos), Luciano Dias (médico), Zoser Hardman (ex-assessor especial do Ministério da Saúde), Francisco Ferreira Filho (coordenador do Comitê de Crise do Amazonas), Francieli Fontana (coordenadora do Programa Nacional de Imunização), Flávio Werneck (ex-assessor de Relações Internacionais do Ministério da Saúde), Camile Giaretta Sachetti (ex-diretora do departamento de Ciência e Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde), Arnaldo Correia de Medeiros (secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde), Alexandre Figueiredo Costa e Silva Marques (auditor do Tribunal de Contas da União).

Ainda forma aprovadas as transferências de sigilo bancário e fiscal das empresas: Associação Dignidade Médica de Pernambuco, Empresa PPR – Profissionais de Publicidade Reunidos, Calyz/Y2 Propaganda e Marketing e Artplan Comunicação.

Com essas ações, os senadores que integram a CPI da Covid esperam obter mais elementos que elucidem os reais motivos do governo federal brasileiro não ter adotado medidas sanitárias para conter a pandemia que já matou mais de 470 mil brasileiros.

Redação ETC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *