Agenda Comportamento Economia Geral Ondas do Bem Saúde

Covid x demissões

Pesquisa AARB revela que mais de 63% das ARs não precisaram demitir funcionários

Levantamento demonstra manutenção de empregos, videoconferência como realidade e adoção de medidas de segurança

Com a pandemia do novo coronavírus as rotinas das pessoas e das empresas foram amplamente alteradas e com as Autoridades de Registro da ICP-Brasil não foi diferente. Pesquisa remota realizada pela Associação das Autoridades de Registro do Brasil – AARB entre suas associadas demonstra que 63% das ARs não realizaram demissões durante a quarentena.

Já a modalidade home office foi adotada parcialmente por 57% das empresas e 39% estão totalmente em trabalho remoto. As férias dos colaboradores foram antecipadas em 61% das ARs. As que mantiveram atendimento presencial, com horário agendado, estão cumprindo as medidas de segurança recomendadas pela Organização Mundial da Saúde – OMS.

Quanto a renovação de certificados digitais por videoconferência, regulamentadas respectivamente pela Resolução nº 170, do Comitê Gestor da Infraestrutura de Chaves Públicas, e pela Instrução Normativa nº 02/2020, do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, ela já é uma realidade para 62%. O levantamento também demonstrou um recuo de 72% nas emissões realizadas entre as ARs associadas devido à pandemia.

A pesquisa evidenciou a solidez do mercado de certificação digital, na relação comercial entre a AR e sua Autoridade Certificadora Raiz da ICP-Brasil.  Para 38% a relação é boa e 37% a consideram excelente.

Também foi avaliada a atuação da AARB em defesa dos associados e 62% a consideraram excelente e 34% responderam como boa a gestão da entidade frente à crise da pandemia. Para o presidente-executivo da Associação, Edmar Araújo, o trabalho realizado é fruto de uma intensa preocupação da diretoria em ouvir todos os associados, dirimir suas dúvidas e colocar em discussão e votação todas as normas e diretrizes que influem na gestão de seus negócios.

“Os resultados demonstram uma rápida adaptação das empresas à nova realidade, facilitada, inclusive, pelos recentes normativos. Temos um novo cenário na forma de se relacionar e os procedimentos de segurança adotados pelas regulamentações e empresas torna a emissão por videoconferência tão ou mais segura do que a presencial. O certificado digital ICP-Brasil é sinônimo de segurança desde a emissão”, diz.

“A normalidade, mesmo que nova, voltará e as pessoas e empresas retomarão seus compromissos, de uma forma ou de outra, e as ARs têm colaborado com a economia em manter os empregos neste momento tão difícil. Isso só demonstra a resiliência e a capacidade de antever uma retomada das relações comerciais, mesmo que lentamente, onde podem surgir novas oportunidades”, completa Araújo.

Confira aqui o resultado completo da pesquisa.

Fonte: Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *