Fraudes

Vesta apresenta o custo real da fraude para os empresários

Em um momento em que muitos empresários tiveram de fechar seus negócios por conta da pandemia, a fraude eletrônica se posiciona como uma ameaça latente

Atualmente o mundo do comércio eletrônico está passando por um grande crescimento e um desenvolvimento sem precedentes. No entanto, a fraude em plataformas de compras online continua a ser uma preocupação e um desafio, especialmente para pequenas empresas e aqueles que estão iniciando um novo projeto.

No atual contexto global, é relevante saber que, de acordo com o Global Entrepreneurship Monitor Global Report 2020/2021, 43% dos entrevistados sabem de um empresário que teve que parar ou fechar seu negócio por conta da pandemia, além de o fato de o Índice Nacional de Contexto de Empreendedorismo, cuja escala vai de 1 a 10, colocar os países latino-americanos em posições baixas em relação ao estado da economia para projetos de empreendedorismo: Colômbia, 20º lugar, com 4,6 pontos; Brasil, 31º lugar, com 4,2 pontos; e México, 34º lugar, com 4,1 pontos.

Nesse sentido, o Vesta, plataforma de garantia de transações ponta a ponta para compras on-line, apresenta os quatro principais problemas que a fraude pode causar aos pequenos negócios.

Tempo

A perda desnecessária de tempo envolvida no gerenciamento de fraudes é notável. Isso é particularmente notável se o golpe ocorrer em grande escala. Por exemplo, em cada um dos casos em que uma fraude está sendo executada, o criminoso pode estar trapaceando mais vezes em momentos diferentes e em clientes diferentes, tudo em um curto período de tempo.

Esse fator impactará na produtividade média da empresa, além de causar perdas financeiras.

Custos de estorno

Para pequenas empresas, é necessário considerar o custo de estornos causados por fraude. Além de ter que pagar o valor que o cliente cobra de forma fraudulenta, o empresário ou empresa é quem deve ser o responsável pelo pagamento da comissão correspondente.

Comissões

Infelizmente, também são as empresas que devem assumir a responsabilidade pelas comissões em caso de fraude. Isso mesmo se a reclamação for resolvida em favor da empresa.

Para entender melhor, basta imaginar que um cliente tenha sofrido uma fraude ao comprar uma determinada marca de roupas on-line. É o proprietário da empresa que irá reclamar o dinheiro dessa compra e tentará provar que a atividade realizada foi fraudulenta. Mesmo que esta situação seja definitivamente resolvida a seu favor, a empresa não receberá indenização pela comissão cobrada antecipadamente.

Essas taxas derivadas de comissões podem facilmente sobrecarregar as pequenas empresas com recursos limitados. Portanto, implementar políticas antifraude é sempre um bom investimento.

Risco de reputação

Quando uma empresa está envolvida em um assunto de fraude, é fácil sofrer um risco de reputação que causa danos à imagem ou a outras áreas do negócio. Deve-se notar que uma crise de reputação mal administrada pode ser muito cara ou mesmo devastadora para as pequenas empresas – e também para as grandes. Essas crises podem ter dois efeitos:

  • os criminosos podem obter informações do cliente, que podem usar no futuro;
  • os clientes não vão querer fazer compras na loja on-line da empresa afetada para não estarem sujeitos a fraudes.

Para ir um pouco mais fundo no segundo ponto, deve-se observar que quando as pessoas ouvem a palavra “fraude” elas ficam muito preocupadas, especialmente quando está associada a determinados negócios. Em grande parte, isso se deve a situações como o vazamento de dados na Equifax, que levou muitas pessoas a duvidar da segurança ao gerenciar e gastar dinheiro on-line.

Quando feito incorretamente, o aumento dos esforços de prevenção de fraude causa atrito no pagamento e deixa os clientes perplexos porque suas transações demoram mais do que o normal para serem processadas. Portanto, isso pode acabar sendo um fator decisivo para aqueles clientes que têm dúvidas sobre se devem ou não comprar on-line.

Por fim, é importante levar em consideração que 27% das vendas on-line acabam sendo fraudulentas. À medida que mais e mais empresas dependem de plataformas de comércio eletrônico para alcançar seus clientes, as transações fraudulentas representam um problema significativo para os comerciantes em mercados em todo o mundo.

Sobre a Vesta

A Vesta é uma plataforma de garantia de transações ponta a ponta instantânea, com a confiança de marcas líderes de todo o mundo em telecomunicações, e-commerce, viagens, bancos e serviços financeiros. Usando o aprendizado de máquina (machine learning) respaldado por 25 anos de dados de transacionais, a Vesta aumenta as aprovações de vendas legítimas para seus clientes, ao mesmo tempo que elimina estornos e outras formas de fraude digital. A Vesta reduz o custo real da fraude a zero, assumindo 100% do custo da fraude para qualquer transação que aprova, para que os clientes possam ganhar escala com segurança e aumentar sua receita sem risco. A empresa está sediada em Portland (Oregon), nos Estados Unidos, com escritórios adicionais em Atlanta (GA), Miami (FL), Irlanda, México e Cingapura. Para obter mais informações, visite https://vesta.io/.

comércio eletrônicocompras onlineFraudes