Dino

Plataforma de educação a distância disponibiliza cursos para treinar profissionais no combate à violência familiar

Brasília 28/7/2021 –

O conteúdo engloba as possibilidades de intervenção, investigação e responsabilização de crimes e o enfrentamento à violência

O período de isolamento social enfrentado para impedir as infecções por covid-19 elevou os casos de violência contra crianças e adolescentes. Até maio de 2021, o canal de denúncias de violação aos direitos humanos recebeu 25,7 mil denúncias de violência física e 25,6 mil de violência psicológica. Os menores de idade eram as vítimas em 59,6% do total de ocorrências.

Para contribuir com o aperfeiçoamento teórico e prático de profissionais que atuam no atendimento de pessoas em situação de violência, o Instituto Sabin criou recentemente uma plataforma de educação a distância para capacitar profissionais que atuem com a rede de atenção à violência em todo o país. O conteúdo será dividido em três trilhas de conhecimento que podem ser estudadas de forma isolada ou em conjunto: Sistema Único de Assistência Social e suas possibilidades de intervenção, Sistema Único de Saúde e o enfrentamento à violência e investigação e responsabilização de crimes.

Desde 2008, a instituição possui o projeto Ludotecas que visa proporcionar uma melhoria nos atendimentos realizados na rede pública voltados a menores de idade em situação de violência. As ludotecas são espaços preparados para o amparo de jovens e crianças que sofreram algum tipo de violência, através de atendimento psicológico realizado por profissionais especializados em um ambiente acolhedor, com brinquedos, livros e jogos didáticos que ajudam essas vítimas a superarem o trauma pelo qual passaram.

“Além de fortalecer o programa Ludotecas capacitando um número maior de pessoas, estamos adequando-o a uma nova realidade. O curso EaD é gratuito e as inscrições são validadas de acordo com o perfil do candidato”, afirma Gabriel Cardoso, gerente executivo do Instituto Sabin. A próxima turma do curso deve ser aberta em breve com disponibilidade de mais de 500 vagas.

O curso é voltado para a capacitação de especialistas das áreas de saúde, assistência social, justiça e segurança pública para atuarem como ludotecários (profissionais que usam as salas as com recursos lúdicos) ou sala de acolhimento para escuta especializada e outras intervenções com crianças, adolescentes e mulheres vítimas de violência. Mais informações: https://cursos.institutosabin.org.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *