Economia Educação Geral

Certificação online

Entidades do setor financeiro buscam solução para certificação profissional online

Foto ilustrativa – Freepik

A Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias (Ancord) e a Fundação Getulio Vargas (FGV) negociam a criação de uma plataforma online para a realização das provas de certificação digitalmente. Além de adequar à entidade ao chamado “novo normal”, a novidade pode mudar o rumo da carreira no segmento, permitindo uma democratização ainda maior das possibilidades de obtenção da credencial. O maior entrave à aplicação das provas virtualmente é a dificuldade em garantir que o sistema seja imune a fraudes.

Em abril, a Ancord chegou a suspender a realização dos testes presenciais em razão da pandemia de Covid-19. No mês anterior, o número de candidatos já havia sido impactado – caiu de 644 candidatos em fevereiro para 495 em março – devido à crise sanitária, que impediu a realização das provas.

Em maio, com o retorno gradual dos testes, de acordo com a flexibilização das medidas de isolamento, o total de candidatos certificados foi de 39 pessoas. Dessas, apenas 27 obtiveram a certificação. Com a criação de uma plataforma para a certificação online, a tendência é de que haja um aumento no número de profissionais credenciados em todo o país.

A Ancord é a responsável pela principal prova voltada ao mercado de capitais, verificando a qualificação técnica dos interessados no exercício profissional da atividade de Agente Autônomo de Investimento (AAI). Os candidatos aprovados obtêm o direito de registrarem-se junto às entidades credenciadoras, bem como o direito de registro para o exercício da atividade perante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Aplicado pela FGV, o exame consiste em uma prova com 80 questões de múltipla escolha e avalia a qualificação técnica dos candidatos. O exame acontece em todo Brasil, em mais de 150 centros de testes.

A Ancord também responde pela Certificação de Profissionais da B3, no âmbito do Programa de Qualificação Operacional (PQO). O certificado visa atestar o conhecimento dos profissionais que atuam em diversas áreas nos mercados administrados pela B3. Não obrigatória, a PQO atesta o conhecimento dos profissionais que atuam nos mercados administrados pela B3 nas áreas de Operações, Compliance, Risco, Comercial, Back Office, Liquidação, Custódia e Cadastro. Qualquer profissional pode obter Certificações do PQO, independentemente de vínculo com um participante da B3.

Além da Ancord, outra entidade que estuda alternativas para aplicação dos exames à distância é a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Desde o começo da pandemia, a Anbima vem testando diversas ferramentas online para avaliar se garantem a segurança e confiabilidade necessárias para a aplicação dos testes de forma virtual.

Com as provas suspensas em todo o país desde março, a organização anunciou que os testes presenciais de certificação profissional serão retomados a partir de 23 de julho, de forma gradual e nas cidades onde não existem restrições para funcionamento dos centros de teste.

As certificações da Anbima são obrigatórias para que profissionais do mercado financeiro trabalhem em atividades como comercialização de investimentos (CPA-10 e CPA-20), assessoramento de gerentes de conta para indicação de produtos de investimento (CEA) ou gerindo recursos de terceiros (CGA). 

Sobre

ANCORD – Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias – é a entidade que congrega e representa empresas que atuam no mercado financeiro e de capitais. Ao longo dos anos, a ANCORD tem consolidado sua atuação ao promover o desenvolvimento contínuo dos associados e defender os interesses de seus membros junto ao governo e a órgãos reguladores, além de oferecer direcionamento técnico e jurídico, cursos e treinamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *