Agenda Comportamento Economia Educação Geral

São Paulo 466 anos

População paulistana apresenta tendência de crescimento negativo entre 2040 e 2050

De acordo com as informações da Fundação Seade, em seu 466º aniversário, a população projetada para o município de São Paulo é de 11.869.660 habitantes. Em 100 anos, sua população deverá crescer 6 vezes, passando de 2 milhões de pessoas, em 1950, para 12 milhões, em 2050. O maior crescimento ocorreu na década de 1950, quando chegou a 5,6% ao ano. Após 1980 houve expressiva redução nas taxas de crescimento populacional. A tendência futura indica declínio contínuo no ritmo de crescimento, até se tornar negativo entre 2040/2050.

A parcela feminina é majoritária, com razão de 110 mulheres para cada 100 homens. A composição etária define um padrão adulto, com as maiores concentrações entre 30 e 44 anos. A população com até 15 anos de idade representa 19% do total e aquela com idades superiores a 65 anos concentra 11% dos residentes na capital.

A idade média dos habitantes na capital é de 36,5 anos. Os distritos na periferia têm população, em média, mais jovem que nas áreas centrais. Em 62 distritos essa idade varia entre 34 e 40 anos. Em 17 distritos ela está abaixo de 34 anos, com destaque para Parelheiros, cuja média é a menor (31,9 anos). Outros 17 distritos apresentam idades médias mais elevadas, acima de 41 anos, e Alto de Pinheiros (44,7 anos) registra a maior.

Entre os 96 distritos da Capital, observa-se grande heterogeneidade quanto ao tamanho populacional. A maioria dos distritos com população entre 50 mil e 150 mil habitantes está localizada na região central da cidade. O distrito menos populoso é Marsilac, com pouco mais de 8 mil habitantes, enquanto os mais populosos são Grajaú (390 mil) e Jardim Ângela (338 mil).

Fonte: Seade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *