Dino

Excelência na gestão empresarial prioriza a sustentabilidade

São Paulo – SP 25/6/2021 – Administração com consciência ecológica leva o gestor à questão da qualidade total, que resulta na preferência e escolha do cliente pelo seu produto ou serviço.

Existe uma demanda crescente dos consumidores por produtos ambientalmente corretos.

A ação da sociedade visando o desenvolvimento econômico, social e tecnológico propiciou no decorrer dos anos consequências inesperadas e desastrosas ao planeta, ressalta Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News & Negócios (www.revistaecotour.news).

O grande volume de resíduos descartados de maneira inadequada, como vazamentos de produtos nocivos à saúde, descarte e destino incorreto de todos os tipos de lixos, e poluições permanentes que têm afetado a camada de ozônio demonstra desrespeito com as condições da comunidade e do meio ambiente, onde todos os seres vivos estão inseridos.

As questões sociais e ambientais são intrínsecas e passam a ser ainda mais exigidas no conceito da sustentabilidade. “A administração com consciência ecológica leva o gestor à questão da qualidade total, que resulta na preferência e escolha do cliente pelo seu produto ou serviço”, enfatiza Vininha F. Carvalho.

A Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil e o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV) uniram os esforços para aperfeiçoar os processos de destinação de embalagens pós-consumo de defensivos agrícolas para proteger o meio ambiente.

O objetivo das duas entidades sem fins lucrativos é rastrear, em tempo real e com máxima precisão, todos os fardos de embalagens recebidos pelo instituto no território nacional. Para isso, foram escolhidos os padrões de identificação globais GS1 SGTIN e GS1 DataMatrix.

Na avaliação dos envolvidos nesse projeto, os ganhos serão logo percebidos, entre eles excelência na gestão, precisão dos dados no sistema, processos em padrão global, gerenciamento em tempo real, otimização de tempo para a reciclagem, agilidade na tomada de decisões, eliminação de retrabalho em atividades manuais e equipes mais estratégicas.

“O fator ambiental vem mostrando a necessidade de adaptação das empresas e consequentemente direciona novos caminhos para o seu crescimento. As empresas devem mudar seus paradigmas, desenvolvendo uma nova visão empresarial. Os objetivos e estratégias de investimentos e de marketing devem priorizar a sustentabilidade”, conclui Vininha F. Carvalho.

Website: https://www.revistaecotour.news

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *