Dino

Reserva de emergência para imprevistos financeiros

São Paulo,SP 17/6/2021 –

Com um planejamento financeiro paralelo é possível não compromenter o orçamento em situações adversas.

Controlar os gastos pessoais não é apenas um detalhe na vida financeira, mas uma necessidade que será essencial para conseguir gastar de acordo com o orçamento. Porém, ainda que a pessoa registre todos os gastos e entradas e tenha excelentes hábitos de consumo, ainda assim, ela poderá passar por cenários adversos – imprevistos que podem ter impactos negativos na própria renda.

Quando uma emergência ocorre e isso não estava no planejamento inicial, é mais do que certo que, ao cobrir essa despesa, haverá um forte impacto no orçamento financeiro. No entanto, ainda que esses cenários imprevisíveis não façam parte do planejamento, é possível estar prevenido e evitar que o orçamento seja comprometido.

É justamente para esses momentos difíceis que a reserva de emergência poderá ser usada. Esse planejamento financeiro paralelo ao orçamento financeiro pessoal será utilizado em casos especiais, para evitar que o orçamento tradicional tenha que cobrir despesas emergenciais que não estavam previstas. Com isso, poupando parte da renda, mensalmente, é possível criar uma reserva que poderá ser utilizada em momentos críticos e será de grande importância para evitar diversos problemas financeiros.

Qual a importância da reserva financeira?

Sabe-se que não dá para prever cenários adversos, mas é possível poupar o dinheiro que será utilizado nesses casos. Um exemplo simples é um gasto com saúde, no caso de alguma complicação médica. Esse gasto não estava inserido no orçamento, mas também não poderá ser deixado de lado, pois a saúde é algo fundamental para todas as pessoas. Ou seja, esse é um gasto emergencial e também essencial – o que significa que ele não pode ser deixado de lado. Mas se esse valor for quitado com uma reserva, então não haverá consequência alguma para o orçamento financeiro que já havia sido planejado sem esse gasto extra.

Uma boa reserva financeira será essencial para quem faz investimentos.

Investir no mercado possui um risco associado, seja ele em maior ou menor grau. Ou seja, isso significa que hora ou outra pode-se perder dinheiro. Dessa forma, a reserva de emergência será fundamental para cobrir essas perdas sem que seja preciso recorrer ao orçamento financeiro.

Evitar dívidas é outro objetivo para quem deseja maior controle das finanças pessoais.

Em muitos casos, é possível contrair dívidas mesmo quando a pessoa paga em dia e evita acumular boletos. Isso acontece quando um gasto inesperado acontece e falta dinheiro para o que já estava previsto no orçamento. Com isso, se houver uma reserva de emergência, ela poderá ser usada, o orçamento não fica comprometido, sobra dinheiro para os demais boletos e nenhuma dívida é acumulada.

Outro fator que deixa clara a importância da reserva de emergência é o planejamento do futuro financeiro e pessoal. Além de cobrir despesas imprevistas no curto prazo, a longo prazo é possível utilizar esse dinheiro poupado para outras finalidades. Um exemplo simples é a compra de uma casa própria ou entrada do financiamento para diminuir as parcelas. O dinheiro poupado também pode ser usado para custear os gastos com uma faculdade no exterior para os filhos.

O Bullla conecta pessoas por meio do empréstimo entre pessoas físicas, com taxas de juros diferenciadas, sem burocracia e com transparência. Para fazer parte dos mais de 100 mil membros da comunidade, basta acessar https://www.bullla.com.br/.

Website: https://www.bullla.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *