Dino

Em um estado de flow, empreendedores são cinco vezes mais produtivos do que seriam de outra forma

Florianópolis, SC 4/6/2021 – “Pessoalmente, como empreendedor e médico, tenho certeza que o método mais criativo e eficaz surge quando o prazer, a criatividade e o foco coexistem”

O processo para a alta produtividade necessita de uma estratégia mental bem definida para alcançar bons níveis de eficiência – o estado de flow. Assim, organizar os pensamentos e tarefas é essencial para se conseguir boa performance em todos os objetivos de vida.

O processo para a alta produtividade necessita de uma estratégia mental bem definida para alcançar bons níveis de eficiência. Assim, organizar os pensamentos e tarefas é essencial para se conseguir boa performance nas tarefas do dia a dia.

“Uma pessoa tem em média setenta mil pensamentos por dia, e se você não aprender a organizá-los, eles potencialmente irão causar estragos na sua produtividade. Quando você sucumbe à enxurrada de pensamentos que correm pela sua cabeça, sua mente se torna desorganizada e, quanto mais você fica remoendo esses pensamentos intrusivos, mais poder você dá para eles. A maioria de nossos pensamentos são apenas isso – pensamentos, não fatos”, afirma Doutor Doc, médico e CEO da Premium Life, empresa com foco em performance humana.

Doutor Doc cita um estudo recente, conduzido no National Institute of Aging, sobre a mente humana: “Foi descoberto que permitir que sua mente seja desorganizada não é apenas ruim, mas também pode causar mal para você. Uma mente desorganizada leva ao alto estresse, à negatividade crônica e à impulsividade. Quando você se pega acreditando nas coisas negativas, perturbadoras e pessimistas que sua voz interior diz, é muito difícil desacelerar o ímpeto de seus pensamentos”.

Esses estados sufocam a produtividade e contribuem para uma série de problemas de saúde, incluindo ganho de peso, doenças cardíacas, problemas de sono e enxaquecas. Segundo respeitado estudo desenvolvido na universidade de Stanford, pessoas com mentes desorganizadas tendem a fazer julgamentos impulsivos e perdem a sua flexibilidade, seu senso de humor e sua capacidade de lidar com o desconhecido. Perdem a criatividade e a capacidade de mudar planos.

Uma mente organizada, por outro lado, cai em um estado de flow. O flow é um estado de equilíbrio feliz, onde você está totalmente imerso em uma tarefa, completamente livre de pensamentos perturbadores. O estado de flow permite aproveitar o trabalho e atingir o máximo do potencial do indivíduo. A pesquisa mostra que as pessoas que trabalham em um estado de flow são cinco vezes mais produtivas do que seriam de outra forma. Os benefícios de alcançar o flowsão múltiplos.

Um estudo publicado pela empresa McKinsey, em 2020, estudou executivos de alta atividade por dez anos e foi descoberto que eles eram cinco vezes mais produtivos em estado de flow. “Imagine trabalhar em um empreendimento comercial com cinco vezes mais produtividade e a capacidade de aprender novos materiais 230% mais rápido do que seus concorrentes. Só isso já tornaria os estados de fluxo vantajosos, mas o verdadeiro benefício é para a criatividade”, afirma Doutor Doc.

No final de 2016, depois de revisar mais de 30.000 artigos de pesquisa e entrevistar centenas de especialistas no assunto, o projeto chegou a duas conclusões. Primeiro, a criatividade é essencial para resolver problemas complexos. Em segundo lugar, a criatividade é menos uma habilidade e mais um estado de espírito: ou seja, um estado de flow. “Pessoalmente, como empreendedor e médico, tenho certeza que o método mais criativo e eficaz surge quando o prazer, a criatividade e o foco coexistem. É assim que eu definiria estar no flow”, afirma.

Doutor Doc explica cinco etapas que ele usa e recomenda para seus clientes na Premium Life para alinhar e organizar o cérebro e encontrar o flow e se manter no caminho certo para um dia produtivo.

Etapa 1: Encontrar a quantidade certa de desafio nos afazeres

Quando se está tentando terminar o trabalho, é fácil perder o foco e sucumbir a pensamentos intrusivos quando a tarefa em mãos é muito desafiadora ou muito fácil. A prosperidade só vem se o desafio for saudável – algo que motive sem ser tão difícil a ponto de gerar ansiedade ou tão simples que induza ao tédio. Quando se escolhe uma tarefa de forma consciente e cuidadosa, aumenta-se muito a chance de atingir o flow.

Etapa 2: Controlar as emoções

Embora seja impossível controlar como as coisas fazem todos se sentir, é possível o controle total sobre como se reage às emoções.

Primeiro, é preciso ser honesto sobre o que está se sentindo e por que está sentindo isso. A chave é identificar e rotular as emoções conforme a experiência. Associar palavras ao que se está sentindo torna a emoção tangível e menos misteriosa. Isso ajuda a relaxar, descobrir o que está por trás das emoções e seguir em frente. Tentar reprimir as emoções e lidar com o trabalho sem abordá-las, vão fazer elas lentamente corroer e prejudicar o foco.

Etapa 3: Manter o foco

É de conhecimento de todos aquela sensação frustrante de sentar para resolver algo importante, porém, perde-se rapidamente o foco quando se espera mergulhar fundo na tarefa. Leva tempo para a mente ficar totalmente imersa em uma atividade. Conseguir se forçar a persistir na atividade, apesar de quaisquer distrações, por vinte minutos, fazem as chances muito maiores de manter o foco e encontrar um estado de flow. A melhor maneira de fazer isso é deixar de lado ou desligar todas as distrações típicas (telefones, e-mail, mídia social) e, em seguida, ficar de olho no relógio até que não se tenha feito nada além da tarefa por uns bons 20 minutos.

Etapa 4: Adote o sistema de Round’s

Os cérebros e corpos simplesmente não são conectados para longos períodos de trabalho. Embora possa parecer que sentar-se à mesa por oito horas seguidas seja a melhor maneira de fazer todo o trabalho, isso pode ir contra a produtividade. “Pesquisas mostram que o ciclo de trabalho mais produtivo tende a ser de cinquenta minutos de trabalho ininterrupto, seguido por intervalos de dez minutos” segundo Doutor Doc.

Etapa 5: Troca de intervalos

Depois de fazer uma pausa, voltar ao foco para a tarefa. Para fazer essa transição de forma adequada, é sugerido reorganizar os pensamentos seguindo as etapas de um a quatro mencionadas acima, principalmente haver problemas para focar na tarefa novamente. Assim, concentrar-se rapidamente após uma pausa é muito viável.

Juntando tudo

Organizar a mente para experimentar o estado de flow não é particularmente difícil, mas requer atenção e monitoramento. “Use essas cinco etapas sempre que precisar melhorar a performance humana na sua vida. Invista na sua melhor versão!”, finaliza Doutor Doc.

Website: https://www.instagram.com/doutordoc/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *