Dino

Período de pandemia pode levar os condomínios a repensarem os serviços de portaria

São Paulo 28/4/2021 –

Em momento de incerteza econômica, condomínios buscam a portaria remota como solução que entrega segurança e custos reduzidos

A Covid-19 mudou a forma como os serviços são prestados, inclusive em condomínios. Concomitante às medidas restritivas e de isolamento social, surgiu também uma demanda por formas mais econômicas de manter a segurança do perímetro, visando poupar recursos durante a crise instaurada pela pandemia.

Neste momento de incerteza econômica, em que a economia começa a dar os primeiros passos rumo à retomada, a preocupação do setor de condomínios ainda é alta, principalmente com relação à inadimplência, que tende a ser maior em períodos de instabilidade. A falta de pagamentos pode causar verdadeiros rombos no caixa e, consequentemente, nos salários de funcionários.

Instalação de portaria remota cresceu mais de 30% em 2020

Muitos condomínios estão optando pela portaria remota como solução para manter o equilíbrio entre finanças e segurança do local. Em 2020, uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese) revelou que o setor teve crescimento superior a 30%, além de ter passado por transformações tecnológicas. Com isso, condomínios que escolhem a contratação de portaria remota podem economizar até 60% (em comparação com a portaria física) e desfrutar de novas tecnologias.

De acordo com a Generall, empresa especialista no assunto, além de gerar economia para o caixa do condomínios, “os benefícios adicionais da portaria remota são: o aumento da segurança no controle de acesso; registro eficiente de entrada de visitantes e prestadores de serviço; gravação de todos os eventos (vídeo e áudio bidirecional), incluindo ligações feitas pela central de monitoramento aos moradores para aprovação; liberação de entrada de pessoas autorizadas; ligações feitas para a polícia ou outros órgãos em caso de emergência; apoio imediato em caso de eventos/ocorrências; padrão de atendimento e treinamento de seus operadores e projeto integrado e personalizado de segurança perimetral, imagens e alarmes”.

Portaria remota pode prover a requalificação de porteiros e ajudar a manter empregos

Uma preocupação muito discutida com relação à portaria remota diz respeito ao cargo de porteiro, que seria substituído pelo operador da central de monitoramento. No caso, a Abese também aponta que quase 35% das empresas que prestam serviços de portaria remota realizam a requalificação de porteiros para que possam trabalhar em áreas como segurança, operação remota, atendimento e manutenção.

Além disso, a troca de portaria física por portaria remota traz benefícios para o próprio morador, que ganha mais autonomia para entrar e sair do prédio, além de receber informações via aplicativo ou interfone, podendo fazer solicitações no sistema, cadastrar visitantes, gerar código QR (de acesso) e enviar ao visitante, além de ativar o botão de emergência se for preciso.

Portaria remota eleva segurança e garante benefício a moradores e colaboradores

A portaria remota oferece diversas vantagens e pode ser contratada para garantir a segurança de condomínios a partir de sistemas eletrônicos de vigilância, com câmeras e alarmes, assim como garantir o controle de acesso por meio de biometria, tags e chaves virtuais.

Website: https://www.generall.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *